segunda-feira, 19 de maio de 2008

Rio Antuã, onde estás?


Porque li esta notícia relembrei os tempos que passámos juntos quando corrias livremente, cercado pelas árvores que escolhias para fazerem as melhores sombras para o teu leito. De bateira percorri-te vezes sem conta, para cima e para baixo, da Canhota até à Turbina onde mostravas toda a tua pujança.Daí para cima já não era fácil navegar-te.Então havia que ladear-te até à Ilha dos Amores, e perceber porque estava ali uma ilha em rio tão pequeno. Por seres tão pequeno, dominaram-te e tornaram-te uma coisa amorfa e sem graça. Fico triste ao olhar-te,procurei-te sempre e davas-me o que eu queria sem nada pedires. Vivemos juntos e cresci olhando-te de todos os lados. Hoje corres e não pulsas, pareces sem vida e então brincam contigo ou em ti, talvez por te verem tão despojado.Dói-me também ver-te usado em nome de qualquer coisa que não me diz nada e que pouco te respeita. Renasce se puderes, velho amigo!

Etiquetas: , ,

terça-feira, 15 de abril de 2008

Bonnie! (you're gone)

Desculpa não ter chegado a tempo. Por uma qualquer razão bastante estúpida não te pude valer. Não merecias acabar assim e carrego comigo o peso desta culpa. Não consigo evitar as piores imagens. Como poderei apagá-las? Desculpa-me mais uma vez!




Etiquetas:

domingo, 13 de abril de 2008

Festa!

video

Etiquetas: , ,

sexta-feira, 21 de março de 2008

A Rua!

Só passados 34 anos desci a rua em protesto e como eu foram milhares os que não aguentaram mais! Entretanto os outrora profissionais de rua desdenham de nós e dos operários da Lisnave, dizendo que nos misturámos. Sim, é verdade que fomos milhares e se mais não fizemos pelo menos relembrámos a liberdade. Desvalorizados sempre, estaremos então à beira de desistir ou seremos capazes de afrontar os caluniadores que nos governam agora desta forma, pensando já no seu lugarzinho de salário bem acima da média? Até onde seremos capazes de ir, vamos ficar apenas pelo nojo que sentimos por estes seres desprezíveis?

Etiquetas: ,

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Carnaval (rescaldo)



Por entre nuvens e frio brincámos e divertimo-nos fingindo ser cavalheiros sem esquecer o pequeno caubói que há em nós!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Chuva, cadelas e jazz fm on-line!

Pela janela da sala vislumbro a estúpida da minha cadela arrastando um enorme saco de plástico que ainda não me custou dinheiro algum. Entretanto, a mãe deste exemplar canino olha fixamente para a portada esperando um gesto de benevolência da minha parte. Chove e faz frio lá fora. O jardim está num estado miserável, queimado pelo frio, povoado de restos de tudo e mais alguma coisa que essa cadela viciada em desfazer, vai espalhando sem preocupações estéticas. Uma terceira cadela geme implorando para sair. Aparentemente só eu é que estou satisfeito pois nem quero sair (está mesmo frio lá fora) nem quero deixar de fazer isto mesmo que estou a escrever. Ao mesmo tempo ouço rádio on-line - http://anywhere.fm/donuthater/*donut - e engonho o mais possível pois tenho de preparar as aulas para amanhã e não me está a apetecer nada!

Etiquetas: , , ,

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

The show must go on!

Nesta altura faz-se sempre um balanço da vida e olhando em volta reparo que tudo tem um ar festivo, todos querem ser o mais deste canto, da Europa ou até do planeta. E conseguem-no com feitos estonteantes, cantam e dançam como os melhores, é a festa total! Pareço ser dos poucos que acham não ser uma boa altura para festejar.
Pior do que isto só os tempos que aí virão e que são mais que certos. 2008 não será melhor, confirmará que só está certo quem entrar na dança e os que resistirem fá-lo-ão durante quanto tempo ainda?

Etiquetas: ,